INTEGRIDADE

Ética e transparência devem ser regras na Administração Pública.

INDEPENDÊNCIA

Ser independente é ter autonomia, é não dever favores para ninguém, é saber se posicionar e defender os reais interesses da população!

FISCALIZAÇÃO

Faço o que a maioria não tem coragem de fazer: fiscalizar a Prefeitura!

O QUE JÁ FIZEMOS

Tento ser o melhor em tudo que faço. Não melhor comparado aos outros, mas o melhor que eu posso ser! Minha competição é sempre comigo mesmo!

Posso garantir àqueles que acompanham o meu trabalho e sempre me incentivam: jamais faltará empenho e seriedade no cumprimento do meu mandato!

Projetos de Lei
109
Indicações
195
Requerimentos
1062

REVOGA BRASIL

 

É o maior movimento de limpeza legislativa do país, o Revoga Brasil.

Atualmente existem diversas leis vigentes que são ultrapassadas, que causam confusão jurídica ou cujo cumprimento é improvável ou impossível de ser cumprido e fiscalizado.

É um Projeto de Lei de minha autoria que pretende revogar 3 mil leis de Curitiba. 

Por que Revogar?

Você já pensou por que o futebol é um esporte tão popular e agradável de ser jogado? Um dos motivos principais é o fato de possuir poucas regras e fáceis de serem entendidas e cumpridas. Assim acontece também com a vida das pessoas em um município. Quando existem muitas leis e elas são confusas, desnecessárias, conflitantes ou inadequadas, tudo se torna mais burocrático e difícil. Ao contrário, em uma cidade que tem um número reduzido de leis, e elas são pertinentes, claras e objetivas, a vida fica mais simples, mais proveitosa e até prazerosa.

Entre 1948 e 2019, Curitiba produziu 15.587 leis ordinárias. Isso dá quase 220 leis por ano ou, considerando-se apenas os dias úteis, o número assustador de uma nova lei em média a cada dia nos últimos 72 anos. Dessa forma, fica impossível um cidadão conhecer as “regras do jogo”, o que inclusive gera insegurança jurídica e punições (multas) que poderiam ser evitadas.

É importante também lembrar que excesso de legislação gera burocracia; excesso de burocracia gera ineficiência; excesso de ineficiência gera despesa; excesso de despesa gera pobreza. Se queremos cidades, estados e país ricos, desburocratizar é preciso e, para isso, revogar é essencial.

Nome de rua? Não!

Se me perguntassem qual é a coisa de que tenho mais tenho orgulho em meu mandato, eu diria que é o fato de cumprir com afinco a mais importante função de um vereador, que é fiscalizar o Prefeito. No entanto, se eu quisesse surpreender quem me fez a pergunta, eu responderia: jamais ter feito um projeto de lei para dar nome de rua. Similar ao que foi feito pelo Aurélio, a intenção seria mostrar que este tipo de projeto é normalmente desnecessário.

Poucas novas ruas foram criadas em Curitiba

Atualmente, o estoque de nomes é da ordem de centenas

Por ora é inútil criar mais leis sobre isto

Meu Projeto de Lei suspende por 2 anos

Mais agilidade a tudo aquilo que realmente é importante para Curitiba

2016

Na eleições de 2016 para vereador fui eleito com 7.188 votos em Curitiba, sendo minha primeira disputa para qualquer cargo eletivo. Nesta eleição concorri com 1.097 candidatos para as 38 vagas de Vereadores em disputa. O coeficiente eleitoral final da eleição para vereador ficou em 22.082 votos.

2018

Na eleições de 2018 para Deputado tive 23.671 votos no total sendo 17.827 votos em Curitiba. Concorri com 767 candidatos para as 54 vagas de deputados estaduais em disputa. Fiquei entre os 72 mais votados, sendo 4º suplente do partido. O coeficiente eleitoral final da eleição para deputado estadual ficou em 105.491 votos.

2020

Nas eleições de 2020, em uma eleição atípica, em ano de pandemia, tive 8.315 votos, sendo o 4º Vereador mais votado de Curitiba. Conseguindo dar continuidade nas políticas públicas na área de educação, funcionalismo público, empresários, cultura, agentes sociais e demais eleitores.

Últimas notícias