Após denuncia de Vereador Professor Euler, Prefeitura deve devolver 11 milhões confiscado dos usuários do transporte público.

Foto: Valdecir Galor/SMCS

Os créditos dos cartões-transporte comprados durante a pandemia da Covid-19 terão um ano adicional de validade para serem utilizados na capital paranaense. A decisão foi tomada pela prefeitura de Curitiba, após uma intensa onda de pressão e de ações na justiça contra a decisão do governo municipal de confiscar o valor residual dos usuários do transporte público.

A denúncia foi realizada pelo vereador por Curitiba e pré-candidato a deputado federal, Professor Euler (MDB). Após o relato, a Defensoria pública ajuizou Ação Civil Pública contra a lei que permite o confisco dos créditos expirados pedindo também a devolução de cerca de R$ 11 milhões referentes aos créditos ainda existente nos cartões-transporte.
A ação judicial contou ainda com a iniciativa do deputado estadual Goura Nataraj (PDT).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *