Vereadores de Curitiba se mobilizam para investigar instalação excessiva de radares

Professor Euler Pré candidato Deputado Federal do Paraná

O vereador por Curitiba e pré-candidato a deputado federal, Professor Euler (MDB), foi o primeiro parlamentar da CMC a assinar a proposta para a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito que deverá investigar o grande número de radares instalados na capital paranaense. Qualquer pessoa que venha para Curitiba percebe que o número de radares tem aumentado substancialmente. Os radares cumprem a função de limitar a velocidade. O ruim é a mudança da finalidade deles.

A função dos radares foi desvirtuada. Não é mais para educar, mas para arrecadará, ressaltou Professor Euler.
A solicitação da CPI dos radares foi pautada pela vereadora Flávia Franscischini (União). A iniciativa vem após a prefeitura anunciar a instalação de novos aparelhos de monitoramento e o aumento no valor de multas. Só em maio deste ano, a prefeitura de Curitiba anunciou sete novos equipamentos. Ao todo, já são 77 locais com fiscalização eletrônica fixa, segundo informações da Superintendência de transito (Setran). Mas a previsão da administração municipal é de que a capital paranaense conte com até 200 locais de monitoramento até o fim de 2022. Além do limite de velocidade, alguns equipamentos também são programados para flagrar a invasão de faixa exclusiva para A´nibus, a conversão proibida e o avanço de semáforos. Segundo a Setran, o dinheiro arrecadado com as multas deve ser utilizado A  sinalização, ao policiamento, A  fiscalização e A  educação no transito.

Não se vê mais o retorno desse dinheiro para campanhas de educação para o transito. Por isso, é preciso investigar. Pontuou Professor Euler durante pronunciamento no plenário da Câmara de vereador de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *